Engenharia: veja os salários das 9 profissões mais procuradas da área - Blog Srº Engenheiro

Engenharia: veja os salários das 9 profissões mais procuradas da área

Gosta das matérias de exatas e está pensando em cursar engenharia? Saiba que além de existir um grande leque de especializações dentro dessa área, as engenharias estão entre as profissões com os salários mais altos no Brasil, segundo estudo recente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Para descobrir quanto você pode ganhar depois de formado, a Revista QB listou as 9 engenharias mais procuradas pelos usuários da plataforma Quero Bolsa e a sua respectiva média salarial conforme dados de 2018 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Confira:
Salário Médio: R$ 6.124,77

No curso de Engenharia Civil, um dos mais tradicionais da área, o profissional elabora, executa e fiscaliza obras, como casas, pontes e estradas, além de coordenar suas manutenções. Outras responsabilidades vão desde analisar as características do solo e ventilação do local até definir os tipos de acabamento de uma construção. A duração média do curso é de 5 anos.
Salário Médio: R$ 6.687,44
O bacharel em Engenharia de Produção atua no gerenciamento dos recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, com a finalidade de aumentar sua produtividade e rentabilidade. Ele controla perdas de processos, produtos e serviços ao identificar e analisar suas causas.
No mercado de trabalho, o formado pode trabalhar em diversas organizações, como indústrias, hospitais e bancos. O curso tem duração média de 5 anos. 
    Salário Médio: R$ 6.727,23
Esse bacharelado tem média de 5 anos de duração e capacita o aluno para projetar e testar sistemas e conjuntos mecânicos. Além de fazer as atividades de fabricação e manutenção de máquinas e equipamentos, o engenheiro mecânico é capaz de preparar documentação técnica.
    Salário Médio: R$ 6.633,80
O curso forma profissionais para lidar com geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. O formado ainda pode planejar, executar e supervisionar projetos nas áreas de eletrônicos e telecomunicações.
No mercado de trabalho, o engenheiro eletricista está apto para atuar em concessionárias de energia, indústrias, consultorias e no setor público. A graduação dura, em média, 5 anos.
    Salário Médio: R$ 5.942,33
O profissional dessa engenharia projeta soluções em tecnologia da informação. Entre as suas funções estão desenvolver, programar e gerenciar sistemas de softwares, além de criar e projetar hardwares. Ele também elabora documentação, fornece suporte técnico e organiza treinamentos a usuários. O curso tem duração média de 5 anos.
    Salário Médio: R$ 5.843,69
O curso de Engenharia de Segurança do Trabalho é responsável por prevenir riscos à saúde e à vida dos funcionários de empresas. O especialista arquiteta e coordena planos de contenção de acidentes e ministra palestras e treinamentos sobre a importância do uso de equipamentos de segurança no ambiente de trabalho. A graduação dura, em média, 4 anos.

    Salário Médio: R$ 5.032,47
Esse bacharelado capacita o aluno para analisar, gerenciar e monitorar problemas ambientais urbanos e rurais. O profissional do ramo desenvolve e implanta projetos ambientais nas empresas, ações de controle de emissão de poluentes, administração de resíduos e procedimentos de tratamento. Ele inclusive pode prestar consultorias. O curso tem duração média de 5 anos.
    Salário Médio: R$ 6.838,31
O formado em Engenharia Química tem como atribuições controlar processos químicos, físicos e biológicos. Ele também é capaz de criar novas técnicas de extração de matérias-primas, bem como de sua utilização ou transformação em produtos, como tintas, plásticos e papel. Em média, a graduação dura 5 anos.
    Salário Médio: R$ 6.882,14
O especialista dessa engenharia atua no desenvolvimento de projetos de automação industrial. Ele opera e faz a manutenção de equipamentos utilizados nos processos automatizados de indústrias. Trabalha ainda com robôs, sistemas de manufatura e redes industriais. O curso tem duração média de 5 anos.
Fonte: Quero Bolsa
Tecnologia do Blogger.